13/08/2022

Clique aqui para ler a coluna Responsabilidade Social e Ética, o artigo Vestir azul, por Lucila Cano.

 


Vera Giangrande
Ela é considerada um dos nossos mais respeitados nomes da Comunicação. Dona de um carisma e simpatia contagiantes,Vera Giangrande foi, ao longo de toda a sua vida, uma daquelas pessoas especiais que inspiram respeito, confiança, admiração e reconhecimento, não apenas em razão de seu trabalho cotidiano, mas também pela atitude dedicada e firme que sempre teve nas frentes que representam sua categoria profissional.
Começou sua carreira como redatora de publicidade na Colgate Palmolive, depois integrou a equipe de Relações Públicas da J. Walter Thompson, e foi empresária de sucesso na sua Inform, uma das mais importantes empresas brasileiras de Relações Públicas.
Nossa Dama de Ferro também fez história à frente do Conselho Regional de Relações Públicas - 2a Região e do Conselho Federal de Relações Públicas, exercendo um decisivo papel apaziguador na antes conturbada relação entre jornalistas e relações públicas. Naquela oportunidade, através de um importante trabalho de parceria com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo, contribuiu significativamente para o redirecionamento das funções dos RPs e dos Assessores de Imprensa .
A partir de 1994, Vera Giangrande entregou-se a um novo desafio profissional, assumindo de corpo e alma o papel de defensora dos interesses dos clientes da rede de supermercados Pão de Açúcar. Deixou de lado o conceito de ombusdsman de gabinete para sair a campo, colocando seu rosto em cada um daqueles estabelecimentos, assumindo, pessoalmente e com a sua assinatura, a garantia do compromisso de que o "cliente tem sempre razão". Inovou, mais uma vez, pela atitude corajosa de quem conhece como poucos a sua profissão, sempre teve plena consciência da sua responsabilidade como profissional da Comunicação e sempre soube da importância social do seu trabalho. O Prêmio Personalidade da Comunicação do Ano 2000 foi a última homenagem pública recebida em vida por Vera Giangrande, nossa eterna Dona Vera.
Busca