13/08/2022

Clique aqui para ler a coluna Responsabilidade Social e Ética, o artigo Vestir azul, por Lucila Cano.

 


José Hamilton Ribeiro
É jornalista e, como prefere ser chamado, Repórter. Começou sua reconhecida carreira no fim dos anos 50, no jornal Folha de S. Paulo. Em 1963, foi para o Grupo Abril, no qual seu trabalho ganhou visibilidade e notoriedade, atuando nas revistas Quatro-Rodas, Realidade e Veja. Foi na revista Realidade, porém, berço de grandes nomes da imprensa brasileira contemporânea, que José Hamilton notabilizou-se como testemunha ocular da história, participando da cobertura de um dos mais dramáticos episódios mundiais que foi a Guerra do Vietnã, de onde saiu vítima de outro drama que ainda hoje persiste e causa indignação aos homens de bom senso: as minas terrestres.
Posteriormente, José Hamilton Ribeiro atuou como chefe de redação nos jornais O Diário, de Ribeirão Preto; Dia e Noite, de São José do Rio Preto; e Jornal de Hoje, de Campinas; e como editor-chefe de jornalismo e diretor geral do programa Pinga Fogo, na extinta TV Tupi. Na Rede Globo, começou como repórter do programa Globo Repórter, passando, em seguida, para a Revista Globo Rural, como editor-chefe, e para o Programa Globo Rural, onde permanece até hoje como repórter e editor. Paralelamente, exerce a presidência da Associação Brasileira de Jornalismo Científico.
A importância do trabalho desenvolvido por José Hamilton Ribeiro, ao longo desses mais de quarenta anos de atividade jornalística, pode ser traduzido pelo número de prêmios que já recebeu em sua carreira: quatro vezes Prêmio Esso Nacional de Jornalismo Científico; duas vezes Prêmio Esso Nacional, por trabalhos em equipe; Prêmio Vladmir Herzog de Direitos Humanos; Prêmio Telesp de Ciência; Prêmio Embratur de Jornalismo; e Prêmio de Jornalismo da Confederação Nacional de Agricultura. Também foi condecorado com as medalhas Marechal Rondon, da Sociedade Geográfica Brasileira; e do Mérito do Trabalho, no grau de Oficial, do Ministério do Trabalho.
Em 1986, foi premiado pela Associação Paulista dos Críticos de Arte como autor do "Livro do Ano", com a obra Pantanal, Amor-Baguá. Além dessa, José Hamilton Ribeiro tem as seguintes obras publicadas: O Gosto da Guerra, sobre sua participação, como jornalista, na guerra do Vietnã; O Cavalo Árabe no Brasil; Kadiuéu; O desafio de Campinas; Sr. Jequitibá; Gota de Sol; Deixem-me ser eu; Os três segredos; Rio em tempo de amor; Vingança do Índio Cavaleiro; Que é isso, computador?; Jornalistas e A greve das graças.
Busca