:: Reporter JCC

Boris Casoy recebe Prêmio Personalidade da Comunicação
Mariana T. Ribeiro
25/5/2017 9:33:00
"É preciso passar o Brasil a limpo”. Boris Casoy

A noite desta quarta-feira (24/5) marcou a entrega do Prêmio de Personalidade da Comunicação durante o 20º Congresso Mega Brasil de Comunicação, Inovação e Estratégias Corporativas, que a Mega Brasil Comunicação realiza até o dia de hoje, 25, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.  O homenageado deste ano foi o jornalista Boris Casoy, âncora do RedeTV News, principal telejornal da RedeTV.  

“Para nós do Santander, é um privilégio patrocinar iniciativas como essa, que contribuem para valorizar o bom jornalismo e personagens que são importantes para uma imprensa de qualidade”, disse Igor Puga, diretor de Marketing do SantanderMarco Antonio Rossi, diretor da Mega Brasil Comunicação ao lado do sócio Eduardo Ribeiro, confessou: “Ele já era meu ídolo quando sentei em sua frente pedindo emprego. E ele cometeu o desatino de me dar esse emprego. Muito me marcou a figura do Boris como uma pessoa educada, que tratava as pessoas com igualdade. Para a Mega Brasil é motivo de muito orgulho entregar este prêmio”.

História

A Otávio Frias Filho – diretor da Folha de S.Paulo e amigo de longa data do homenageado –  coube entregar o troféu. Disse ter laços emocionais profundos com Casoy, com quem passou por transformações importantes. Relembrou também seu pai, Otávio Frias de Oliveira, a quem a ajuda de Boris foi indispensável em momentos turbulentos, como o da ditadura militar, para “transformar a Folha no jornal que é hoje”. “Espero que esta seja uma de muitas outras homenagens que você ainda receberá”, disse Frias Filho.

A vida de comunicador começou como 15 anos de idade, em 1956, como locutor de rádio, mas a paixão pelo veículo de comunicação começou ainda na infância. Ao longo dos mais de sessenta anos de carreira, quase trinta de televisão, o jornalista passou pelos diferentes setores da comunicação, incluindo assessoria governamental.

“Eu não fiz um discurso, alinhei com uma série de pensamentos desconexos sobre o atual momento”, iniciou sua fala o homenageado. Ao tratar do combate à corrupção no País, disse ter certeza do dever cumprido, ressaltando a necessidade de extirpar velhas práticas e elites que quase levaram o Brasil à falência.  Boris elogiou a operação Lava Jato, criticou as leis de ocasião e defendeu o voto distrital e a liberdade, “inclusive a liberdade de expressão, que não pode ser arranhada a qualquer pretexto”. “Este é o momento de passar o Brasil a limpo. É preciso passar o Brasil a limpo”, encerrou.



Voltar



Siga Mega Brasil


Copyright Mega Brasil Comunicação - Todos os direitos reservados